PUBLICIDADE

Após ser eleito como relator da comissão especial do processo de impeachment em votação realização nesta terça-feira, o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), propôs que o colegiado ouça nesta quinta-feira (28) os autores do pedido de impeachment e na sexta-feira (29), a manifestação do advogado-geral da União, ministro José Eduardo Cardozo.

Pelo calendário proposto pelo relator, a leitura do relatório será feita no dia 4 de maio. No dia seguinte, abre-se espaço para uma nova manifestação da defesa do Planalto baseada no parecer produzido pela comissão. O dia 6 de maio, conforme informou o presidente da comissão, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), fica reservado para a votação do relatório.

Anastasia propõe ouvir autores do impeachment e defesa de Dilma até sexta-feira

Após ser eleito como relator da comissão especial do processo de impeachment em votação realização nesta terça-feira, o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), propôs que o colegiado ouça nesta quinta-feira (28) os autores do pedido de impeachment e na sexta-feira (29), a manifestação do advogado-geral da União, ministro José Eduardo Cardozo.

Pelo calendário proposto pelo relator, a leitura do relatório será feita no dia 4 de maio. No dia seguinte, abre-se espaço para uma nova manifestação da defesa do Planalto baseada no parecer produzido pela comissão. O dia 6 de maio, conforme informou o presidente da comissão, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), fica reservado para a votação do relatório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário