PUBLICIDADE

Areia Branca - Em sessão plenária iniciada na manhã e que entrou pela tarde desta terça-feira (17) a Câmara Municipal de Areia Branca acaba de cassar por 8 votos a 0, a prefeita Luana Bruno (PMDB), por prática de atos que caracterizaram, segundo parecer aprovado pelo poder legislativo, infração político-administrativo. 

Na mesma sessão os vereadores anunciaram que a vice-prefeita Lidiane Garcia (PMN), assumirá a prefeitura e que a posse se dará em uma outra ocasião com data a ser definida.

Cassação

O relatório da Comissão Especial de Inquérito que aprovou a cassação da prefeita apontou irregularidades na gestão no que diz respeito à licitações superfaturadas e pagamento de servidores por meio de uma empresa terceirizada. Segundo o relatório, pelo menos sete licitações de contratos assinados com um supermercado foram superfaturadas, o que teria gerado um prejuízo de mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos.

Câmara de Areia Branca cassa o mandato da prefeita Luana Bruno

Areia Branca - Em sessão plenária iniciada na manhã e que entrou pela tarde desta terça-feira (17) a Câmara Municipal de Areia Branca acaba de cassar por 8 votos a 0, a prefeita Luana Bruno (PMDB), por prática de atos que caracterizaram, segundo parecer aprovado pelo poder legislativo, infração político-administrativo. 

Na mesma sessão os vereadores anunciaram que a vice-prefeita Lidiane Garcia (PMN), assumirá a prefeitura e que a posse se dará em uma outra ocasião com data a ser definida.

Cassação

O relatório da Comissão Especial de Inquérito que aprovou a cassação da prefeita apontou irregularidades na gestão no que diz respeito à licitações superfaturadas e pagamento de servidores por meio de uma empresa terceirizada. Segundo o relatório, pelo menos sete licitações de contratos assinados com um supermercado foram superfaturadas, o que teria gerado um prejuízo de mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário