PUBLICIDADE



Os vereadores areia-branquenses voltam a se reunir a partir das 11h desta terça-feira (17), na Câmara Municipal, com a intenção de julgar o parecer da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apura suposta prática de crime de responsabilidade praticado pela prefeita eleita de Areia Branca, Luana Bruno, do PMDB.

Na primeira sessão de julgamento no plenário do Legislativo ocorrida na terça-feira, Luana teve a cassação do mandato aprovado por dois terços dos vereadores. 

Após o afastamento da prefeita, a Câmara empossou a vice Lidiane Garcia, do PMN, mas a Justiça considerou a sessão nula, uma vez que o advogado de defesa alegou em seus argumentos que foi negado a chefe do executivo o direito a ampla defesa.

Como Luana teve oito votos favoráveis ao seu afastamento de um total de onze, e três vereadores não participaram da votação, para evitar a cassação a defesa de Luana precisa convencer pelo menos dois parlamentares a votarem contra o seu afastamento.

Câmara julga nesta terça-feira parecer sobre afastamento da prefeita de Areia Branca



Os vereadores areia-branquenses voltam a se reunir a partir das 11h desta terça-feira (17), na Câmara Municipal, com a intenção de julgar o parecer da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apura suposta prática de crime de responsabilidade praticado pela prefeita eleita de Areia Branca, Luana Bruno, do PMDB.

Na primeira sessão de julgamento no plenário do Legislativo ocorrida na terça-feira, Luana teve a cassação do mandato aprovado por dois terços dos vereadores. 

Após o afastamento da prefeita, a Câmara empossou a vice Lidiane Garcia, do PMN, mas a Justiça considerou a sessão nula, uma vez que o advogado de defesa alegou em seus argumentos que foi negado a chefe do executivo o direito a ampla defesa.

Como Luana teve oito votos favoráveis ao seu afastamento de um total de onze, e três vereadores não participaram da votação, para evitar a cassação a defesa de Luana precisa convencer pelo menos dois parlamentares a votarem contra o seu afastamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário