PUBLICIDADE




A Comissão Especial do Impeachment discute nesta tarde de quinta-feira  (5), o parecer do relator do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT), senador Antônio Anastasia (PSDB-MG). (Foto: Agência Senado)

Anastasia reiterou hoje que a presidente cometeu crimes de responsabilidade que justificam seu impedimento. Ele rebateu os argumentos apresentados pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

Segundo o relator, o representante do governo apenas "repisou" argumentos que já tinham sido apresentados anteriormente.

— O ministro tem demonstrado grande dedicação à defesa da causa que tem mãos e merece respeito. Todavia, acabou apresentando aqui argumentos que já tinham sido apresentados à exaustão na Câmara e também no Senado, e os repisou — afirmou.


Atualizado às 16h09

Comissão discute parecer favorável ao afastamento de Dilma




A Comissão Especial do Impeachment discute nesta tarde de quinta-feira  (5), o parecer do relator do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT), senador Antônio Anastasia (PSDB-MG). (Foto: Agência Senado)

Anastasia reiterou hoje que a presidente cometeu crimes de responsabilidade que justificam seu impedimento. Ele rebateu os argumentos apresentados pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

Segundo o relator, o representante do governo apenas "repisou" argumentos que já tinham sido apresentados anteriormente.

— O ministro tem demonstrado grande dedicação à defesa da causa que tem mãos e merece respeito. Todavia, acabou apresentando aqui argumentos que já tinham sido apresentados à exaustão na Câmara e também no Senado, e os repisou — afirmou.


Atualizado às 16h09

Nenhum comentário:

Postar um comentário