PUBLICIDADE



O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ofereceu denúncia contra o Deputado Estadual Ezequiel Ferreira de Souza a partir da colaboração premiada firmada por George Olímpio, que confirmou participação do parlamentar em esquema fraudulento referente a implantação do programa de inspeção ambiental veicular no Estado do Rio Grande do Norte, desbaratado pela operação Sinal Fechado.

O relator da ação penal no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), desembargador Vivaldo Pinheiro, colocou em pauta para a sessão da próxima quarta-feira (25) o julgamento sobre o recebimento de denúncia oferecida à Justiça pelo Ministério Público Estadual em desfavor do presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

O MPRN ofereceu denúncia contra o parlamentar a partir das informações prestadas pelo colaborador George Anderson, que é réu na ação penal resultante da Sinal Fechado que tramita na primeira instância. George Olímpio confirmou ter ajustado o pagamento da quantia de R$ 300 mil reais com o Deputado Ezequiel Ferreira, a fim de que este votasse favoravelmente e intercedesse junto aos demais deputados na Assembleia Legislativa pela aprovação célere do projeto de Lei nº 213/09 (Programa de Inspeção e Manutenção de Veículos do Estado do Rio Grande do Norte).

Com a denúncia, o Ministério Público Estadual pede a condenação de Ezequiel Ferreira por corrupção passiva e consequente perda do cargo, mandato eletivo ou função pública, além da suspensão dos direitos políticos como efeitos da condenação.

Operação Sinal Fechado: MPRN oferece denúncia contra o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira



O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ofereceu denúncia contra o Deputado Estadual Ezequiel Ferreira de Souza a partir da colaboração premiada firmada por George Olímpio, que confirmou participação do parlamentar em esquema fraudulento referente a implantação do programa de inspeção ambiental veicular no Estado do Rio Grande do Norte, desbaratado pela operação Sinal Fechado.

O relator da ação penal no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), desembargador Vivaldo Pinheiro, colocou em pauta para a sessão da próxima quarta-feira (25) o julgamento sobre o recebimento de denúncia oferecida à Justiça pelo Ministério Público Estadual em desfavor do presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

O MPRN ofereceu denúncia contra o parlamentar a partir das informações prestadas pelo colaborador George Anderson, que é réu na ação penal resultante da Sinal Fechado que tramita na primeira instância. George Olímpio confirmou ter ajustado o pagamento da quantia de R$ 300 mil reais com o Deputado Ezequiel Ferreira, a fim de que este votasse favoravelmente e intercedesse junto aos demais deputados na Assembleia Legislativa pela aprovação célere do projeto de Lei nº 213/09 (Programa de Inspeção e Manutenção de Veículos do Estado do Rio Grande do Norte).

Com a denúncia, o Ministério Público Estadual pede a condenação de Ezequiel Ferreira por corrupção passiva e consequente perda do cargo, mandato eletivo ou função pública, além da suspensão dos direitos políticos como efeitos da condenação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário