PUBLICIDADE


O presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), disse há pouco ao chegar à Casa que não vai renunciar. “Sem renúncia. Vamos ajudar a governar nosso País”, disse Maranhão aos repórteres que o esperavam na entrada do prédio.

Se Maranhão renunciasse, haveria novas eleições para o cargo de 1º vice-presidente da Câmara em cinco sessões. Segundo a Secretaria Geral da Mesa, o cargo cabe ao PP ou a outro partido do bloco que o PP integrava no início desta legislatura: PMDB, PTB, DEM, PRB, SD, PSC, PHS, PTN, PMN, PRP, PSDC, PEN e PRTB.

'Sem renúncia. Vamos ajudar a governar nosso país', diz Waldir Maranhão


O presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), disse há pouco ao chegar à Casa que não vai renunciar. “Sem renúncia. Vamos ajudar a governar nosso País”, disse Maranhão aos repórteres que o esperavam na entrada do prédio.

Se Maranhão renunciasse, haveria novas eleições para o cargo de 1º vice-presidente da Câmara em cinco sessões. Segundo a Secretaria Geral da Mesa, o cargo cabe ao PP ou a outro partido do bloco que o PP integrava no início desta legislatura: PMDB, PTB, DEM, PRB, SD, PSC, PHS, PTN, PMN, PRP, PSDC, PEN e PRTB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário