PUBLICIDADE



Alto do Rodrigues - O policial militar, subtenente Ézio, deverá deixar o comando do destacamento local até o próximo final de semana. A informação partiu do blog Falando Irreverente.

Ézio teria recebido e aceitado um convite para atuar em outro departamento da Polícia Militar, por isso resolveu deixar o município. "Fui convidado para integrar o GTO (Grupo Tático Operacional) de João Câmara. com um efetivo de 22 homens e 3 viaturas e próximo de casa. Não posso deixar passar essa", comentou.

O subtenente deixa o comando do destacamento de Alto do Rodrigues após 5 meses de trabalho. O município ficou conhecido entre os militares pela instabilidade provocada por interferências políticas de aliados do governador Robinson Faria, chefiado pelo ex-prefeito "fantástico". A após a saída do PM Loenez, atendendo a um pedido do aliado de Robinson no município, já passaram pelo comando do destacamento da PM local pelo menos três policias. Entre eles, o agente Ferreira, logo em seguida foi o sargento Da Costa, que também esteve no comando e foi vítima do ex-gestor "fantástico".

Subtenente Ézio deixará o comando do destacamento local da Polícia Militar



Alto do Rodrigues - O policial militar, subtenente Ézio, deverá deixar o comando do destacamento local até o próximo final de semana. A informação partiu do blog Falando Irreverente.

Ézio teria recebido e aceitado um convite para atuar em outro departamento da Polícia Militar, por isso resolveu deixar o município. "Fui convidado para integrar o GTO (Grupo Tático Operacional) de João Câmara. com um efetivo de 22 homens e 3 viaturas e próximo de casa. Não posso deixar passar essa", comentou.

O subtenente deixa o comando do destacamento de Alto do Rodrigues após 5 meses de trabalho. O município ficou conhecido entre os militares pela instabilidade provocada por interferências políticas de aliados do governador Robinson Faria, chefiado pelo ex-prefeito "fantástico". A após a saída do PM Loenez, atendendo a um pedido do aliado de Robinson no município, já passaram pelo comando do destacamento da PM local pelo menos três policias. Entre eles, o agente Ferreira, logo em seguida foi o sargento Da Costa, que também esteve no comando e foi vítima do ex-gestor "fantástico".

Nenhum comentário:

Postar um comentário