PUBLICIDADE




Mais uma vez o grupo oposicionista da cidade de Assú se vale de artifícios maliciosos para tentar, de forma irresponsável e desrespeitosa, levar vantagem na corrida eleitoral para a prefeitura. O uso indiscriminado e imoral, feito pela oposição, de pesquisas eleitorais falsas fez com que a frente liderada por Gustavo Soares, candidato de Ronaldo Soares, e pelo deputado George Soares fosse desmentida nesta quinta-feira (01) pelo Instituto Certus RN, um dos órgãos mais respeitados e de maior credibilidade no Rio Grande do Norte.



Por meio de uma nota de esclarecimento o instituto lamenta o ocorrido, com a “divulgação indevida e fraudulenta” de pesquisa no município de Assú atribuída à Certus. Ainda conforme a nota publicada na página oficial do instituto, a Certus “não registrou na Justiça Eleitoral nenhuma pesquisa realizada no município para a eleição de 2016” e “qualquer resultado de pesquisa em Assú publicada e atribuída à Certus até o presente momento é fraude”.

O instituto deixa claro que irá tomar as medidas cabíveis diante do ocorrido, no sentido de responsabilizar os autores deste “crime eleitoral”.

Para o candidato a prefeito Patrício Júnior (PSD), é lamentável que esse tipo de conduta seja o que direcione as ações do grupo oposicionista. “Se querem estar no poder, que seja pelo voto direto e democrático, e não valendo-se de artimanhas que não condizem com o respeito que nós, da situação, tanto pregamos em nossos pronunciamentos. A população não merece uma campanha desse tipo, suja e ilegal. O povo quer ver propostas e a nossa campanha é pautada pelas propostas e pelo respeito ao cidadão”, declarou Patrício Júnior.

Fonte: Focoelho

Instituto CERTUS denuncia oposição de Assú por uso criminoso de pesquisa eleitoral




Mais uma vez o grupo oposicionista da cidade de Assú se vale de artifícios maliciosos para tentar, de forma irresponsável e desrespeitosa, levar vantagem na corrida eleitoral para a prefeitura. O uso indiscriminado e imoral, feito pela oposição, de pesquisas eleitorais falsas fez com que a frente liderada por Gustavo Soares, candidato de Ronaldo Soares, e pelo deputado George Soares fosse desmentida nesta quinta-feira (01) pelo Instituto Certus RN, um dos órgãos mais respeitados e de maior credibilidade no Rio Grande do Norte.



Por meio de uma nota de esclarecimento o instituto lamenta o ocorrido, com a “divulgação indevida e fraudulenta” de pesquisa no município de Assú atribuída à Certus. Ainda conforme a nota publicada na página oficial do instituto, a Certus “não registrou na Justiça Eleitoral nenhuma pesquisa realizada no município para a eleição de 2016” e “qualquer resultado de pesquisa em Assú publicada e atribuída à Certus até o presente momento é fraude”.

O instituto deixa claro que irá tomar as medidas cabíveis diante do ocorrido, no sentido de responsabilizar os autores deste “crime eleitoral”.

Para o candidato a prefeito Patrício Júnior (PSD), é lamentável que esse tipo de conduta seja o que direcione as ações do grupo oposicionista. “Se querem estar no poder, que seja pelo voto direto e democrático, e não valendo-se de artimanhas que não condizem com o respeito que nós, da situação, tanto pregamos em nossos pronunciamentos. A população não merece uma campanha desse tipo, suja e ilegal. O povo quer ver propostas e a nossa campanha é pautada pelas propostas e pelo respeito ao cidadão”, declarou Patrício Júnior.

Fonte: Focoelho

Nenhum comentário:

Postar um comentário