PUBLICIDADE



G1RN - A rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte teve o segundo pior Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2015 do país. O resultado foi divulgado nesta quinta-feira (8) pelo Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Com uma nota de 2,8, o ensino médio das escolas estaduais do RN ficou empatado com Alagoas, e só ficou acima de Sergipe (2,6) no ranking nacional. A posição permaneceu a mesma do ano passado. O estado ficou 0,7 abaixo da nota projetada de 2015, que apontava o RN com um índice de 3,5.

O mau desempenho se repetiu nos anos finais do ensino fundamental. A nota da rede estadual de ensino potiguar aumentou de 3,1 para 3,2, mas ficou abiaxo da nota projetada que era de 3,8.

Nos anos iniciais do ensino fundamental o Rio Grande do Norte (3,9) só foi melhor do que Amapá (3,8) e Pará (3,6). O índice cresceu 0,2 em relação ao Ideb de 2011. A meta projetada para 2013 era 3,6.

Na avaliação da secretária estadual de Educação do RN, professora Cláudia Santa Rosa, as notas mostram avanços e desafios para a SEEC: “Quando observamos o desempenho dos anos iniciais do Ensino Fundamental, fica claro que todas as ações de capacitação, acompanhamento, os programas da área, como PNAIC e formação de leitores, e o maior número de professores na rede contribuíram para a melhoria no ensino”.

Em relação às notas dos anos finais e Ensino Médio, que tiveram aumento de 0,1 em relação ao Ideb passado, a titular da Educação apontou para o desafio que o RN, e o Brasil, terão para reverter a média histórica. “Se observarmos os Idebs passados, é uma realidade que se mantém estagnada, principalmente o Ensino Médio, e que teremos de olhar com atenção para formularmos medidas enérgicas para esses alunos”. A secretária ainda lembrou que o projeto de reformulação do Ensino Médio encontra-se em discussão no Congresso Nacional.

Rede privada

A rede privada de ensino do Rio Grande do Norte também ficou abaixo da nota projetada que era de 5,9 para o ensino médio. A nota das escolas privadas do estado foi 4,8.

Nos anos finais do ensino fundamental a nota de 5,6 deixou o RN na frente de Alagoas, Maranhão, Pará e Sergipe. O resultado ficou abaixo da nota projetada de 6,2

Já nos anos iniciais do ensino fundamental, as escolas privadas potiguares alcançaram a nota projetada de 6,3, ficando à frente do Maranhão, Pará e Sergipe.

RN tem segundo pior Ideb do país no ensino médio da rede estadual



G1RN - A rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte teve o segundo pior Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2015 do país. O resultado foi divulgado nesta quinta-feira (8) pelo Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Com uma nota de 2,8, o ensino médio das escolas estaduais do RN ficou empatado com Alagoas, e só ficou acima de Sergipe (2,6) no ranking nacional. A posição permaneceu a mesma do ano passado. O estado ficou 0,7 abaixo da nota projetada de 2015, que apontava o RN com um índice de 3,5.

O mau desempenho se repetiu nos anos finais do ensino fundamental. A nota da rede estadual de ensino potiguar aumentou de 3,1 para 3,2, mas ficou abiaxo da nota projetada que era de 3,8.

Nos anos iniciais do ensino fundamental o Rio Grande do Norte (3,9) só foi melhor do que Amapá (3,8) e Pará (3,6). O índice cresceu 0,2 em relação ao Ideb de 2011. A meta projetada para 2013 era 3,6.

Na avaliação da secretária estadual de Educação do RN, professora Cláudia Santa Rosa, as notas mostram avanços e desafios para a SEEC: “Quando observamos o desempenho dos anos iniciais do Ensino Fundamental, fica claro que todas as ações de capacitação, acompanhamento, os programas da área, como PNAIC e formação de leitores, e o maior número de professores na rede contribuíram para a melhoria no ensino”.

Em relação às notas dos anos finais e Ensino Médio, que tiveram aumento de 0,1 em relação ao Ideb passado, a titular da Educação apontou para o desafio que o RN, e o Brasil, terão para reverter a média histórica. “Se observarmos os Idebs passados, é uma realidade que se mantém estagnada, principalmente o Ensino Médio, e que teremos de olhar com atenção para formularmos medidas enérgicas para esses alunos”. A secretária ainda lembrou que o projeto de reformulação do Ensino Médio encontra-se em discussão no Congresso Nacional.

Rede privada

A rede privada de ensino do Rio Grande do Norte também ficou abaixo da nota projetada que era de 5,9 para o ensino médio. A nota das escolas privadas do estado foi 4,8.

Nos anos finais do ensino fundamental a nota de 5,6 deixou o RN na frente de Alagoas, Maranhão, Pará e Sergipe. O resultado ficou abaixo da nota projetada de 6,2

Já nos anos iniciais do ensino fundamental, as escolas privadas potiguares alcançaram a nota projetada de 6,3, ficando à frente do Maranhão, Pará e Sergipe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário