PUBLICIDADE


Lamentando a morte do irmão, o ministro Teori Zavascki, que estava no avião que caiu no litoral de Paraty, no Rio de Janeiro, na tarde da última quinta-feira durante uma tentativa de pouso, Delci Zavasck, pediu que o caso fosse investigado.

“Tenho medo de que possa ter muita coisa por trás. Quero que façam uma boa investigação”, pediu a irmã Delci Zavascki Salvadori, de 70 anos. “A nossa família sempre esteve muito preocupada com o trabalho dele na Lava Jato, mas o Teori sempre nos dizia para ter calma, porque andava com muitos seguranças”, disse a dona de casa.

Na aeronave, haviam mais quatro pessoas. Estavam o empresário Carlos Alberto Filgueiras, dono do grupo hoteleiro Emiliano, o piloto Osmar Rodrigues, a massoterapeuta de Carlos Alberto, Maira Panas, além da mãe dela, Maria Panas.

(Com o Estadão Conteúdo)

'Quero que façam uma boa investigação', diz irmã de Teori Zavscki


Lamentando a morte do irmão, o ministro Teori Zavascki, que estava no avião que caiu no litoral de Paraty, no Rio de Janeiro, na tarde da última quinta-feira durante uma tentativa de pouso, Delci Zavasck, pediu que o caso fosse investigado.

“Tenho medo de que possa ter muita coisa por trás. Quero que façam uma boa investigação”, pediu a irmã Delci Zavascki Salvadori, de 70 anos. “A nossa família sempre esteve muito preocupada com o trabalho dele na Lava Jato, mas o Teori sempre nos dizia para ter calma, porque andava com muitos seguranças”, disse a dona de casa.

Na aeronave, haviam mais quatro pessoas. Estavam o empresário Carlos Alberto Filgueiras, dono do grupo hoteleiro Emiliano, o piloto Osmar Rodrigues, a massoterapeuta de Carlos Alberto, Maira Panas, além da mãe dela, Maria Panas.

(Com o Estadão Conteúdo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário