PUBLICIDADE


As chuvas que caíram em 72 municípios do Rio Grande do Norte, contribuíram ao menos para manter a estabilidade nos principais reservatórios, segundo o Instituto de Gestão das Águas (Igarn).

Na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, a maior do estado, o volume caiu de 328,486 milhões de metros cúbicos para 328,034 desde a medição anterior, ficando com 13,67% da capacidade total.

Alguns reservatórios que estavam secos passaram para o volume morto, se mantendo em estado crítico. Dos 47 açudes monitorados pelo Igarn, 70% estão em situação crítica, dos quais 19 estão secos, e 14, em volume morto.

Volume de água da barragem Armando Ribeiro sofre queda


As chuvas que caíram em 72 municípios do Rio Grande do Norte, contribuíram ao menos para manter a estabilidade nos principais reservatórios, segundo o Instituto de Gestão das Águas (Igarn).

Na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, a maior do estado, o volume caiu de 328,486 milhões de metros cúbicos para 328,034 desde a medição anterior, ficando com 13,67% da capacidade total.

Alguns reservatórios que estavam secos passaram para o volume morto, se mantendo em estado crítico. Dos 47 açudes monitorados pelo Igarn, 70% estão em situação crítica, dos quais 19 estão secos, e 14, em volume morto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário