PUBLICIDADE


Representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da cidade de Angicos se reuniram na semana passada para debater a falta de segurança no município, um problema que se agrava a cada dia em todo o Rio Grande do Norte.

O evento aconteceu no plenário da Câmara Municipal e contou com representação do Ministério Público por meio da promotoria de Justiça do município, vereadores, o prefeito Deusdete Gomes, entre outras.

Após os debates, restou deliberado sobre a necessidade de maior atenção nas medidas direcionadas a prevenção da criminalidade, tendo o órgão ministerial requisitado ao prefeito a melhorar os serviços do CREAS, CRAS e Conselho Tutelar, para acompanhamento das situações de vulnerabilidade social e fortalecimento de vínculos familiares.

Por fim, ressaltou-se ainda a necessidade de intensificar a ronda e o patrulhamento pela polícia militar de Angicos, com o objetivo de conferir maior eficiência ao policiamento ostensivo.

Falta de segurança é tema de audiência pública em Angicos


Representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da cidade de Angicos se reuniram na semana passada para debater a falta de segurança no município, um problema que se agrava a cada dia em todo o Rio Grande do Norte.

O evento aconteceu no plenário da Câmara Municipal e contou com representação do Ministério Público por meio da promotoria de Justiça do município, vereadores, o prefeito Deusdete Gomes, entre outras.

Após os debates, restou deliberado sobre a necessidade de maior atenção nas medidas direcionadas a prevenção da criminalidade, tendo o órgão ministerial requisitado ao prefeito a melhorar os serviços do CREAS, CRAS e Conselho Tutelar, para acompanhamento das situações de vulnerabilidade social e fortalecimento de vínculos familiares.

Por fim, ressaltou-se ainda a necessidade de intensificar a ronda e o patrulhamento pela polícia militar de Angicos, com o objetivo de conferir maior eficiência ao policiamento ostensivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário