PUBLICIDADE


O novo estilo de governar do prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), vem chamando a atenção dos brasileiros e uma pré-candidatura a presidência da república está ganhando força e sendo articulada sem o controle dos políticos tradicionais que compõem o partido.

Os grandes líderes da legenda a nível nacional como os senadores Aécio Neves (MG), José Serra (SP) e o governador Geraldo Alckimim já admitem não ter como frear o movimento em favor de Dória.

Segundo publicou o jornal O Globo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso tentou na semana passada conter a onda em favor do prefeito dentro do partido, quando disse, em entrevista ao que “credibilidade não é igual à popularidade”. Mas a atitude só fez aumentar a campanha pró-Doria na internet, e FH virou alvo de uma campanha difamatória depois que o prefeito reagiu dizendo que o líder tucano já havia errado prognósticos em relação a ele duas vezes. O ex-presidente chegou a ser taxado de “frouxo” na internet.

Prefeito de São Paulo se projeta nacionalmente e pode ser a opção do PSDB em 2018


O novo estilo de governar do prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), vem chamando a atenção dos brasileiros e uma pré-candidatura a presidência da república está ganhando força e sendo articulada sem o controle dos políticos tradicionais que compõem o partido.

Os grandes líderes da legenda a nível nacional como os senadores Aécio Neves (MG), José Serra (SP) e o governador Geraldo Alckimim já admitem não ter como frear o movimento em favor de Dória.

Segundo publicou o jornal O Globo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso tentou na semana passada conter a onda em favor do prefeito dentro do partido, quando disse, em entrevista ao que “credibilidade não é igual à popularidade”. Mas a atitude só fez aumentar a campanha pró-Doria na internet, e FH virou alvo de uma campanha difamatória depois que o prefeito reagiu dizendo que o líder tucano já havia errado prognósticos em relação a ele duas vezes. O ex-presidente chegou a ser taxado de “frouxo” na internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário