PUBLICIDADE


Do G1RN

Os criminosos armados com fuzis que trocaram tiros com seguranças na manhã desta terça-feira (9) em Natal não conseguiram roubar os malotes que estavam no carro-forte atacado pela quadrilha. A informação foi confirmada pela delegada Danielle Filgueira que está à frente das investigações.

Segundo ela, os criminosos levaram uma espingarda calibre 12 de um dos vigilantes. Até a publicação desta matéria ninguém foi preso. "As investigações avançaram, mas nós não podemos divulgar por questões de segurança", disse a delegada. O crime aconteceu em frente ao Banco do Brasil que fica na marginal da BR-101.

O crime

Criminosos armados atacaram um carro forte que chegava ao Banco do Brasil de Neópolis, que fica na BR-101, na manhã desta terça-feira (9). Segundo a Polícia Militar, pelo menos seis homens armados participaram da ação e trocaram tiros com os vigilantes.

Ainda segundo a PM, a ação aconteceu às 9h40. O carro-forte estava chegando ao banco quando os criminosos chegaram. Na fuga, eles usaram um vigilante como escudo humano. Eles estavam em um carro modelo sedã, que foi abandonado e queimado pelos criminosos. Segundo a PM, eles fugiram em uma caminhonete.

Quadrilha armada com fuzis não conseguiu roubar malotes de banco em Natal, diz polícia


Do G1RN

Os criminosos armados com fuzis que trocaram tiros com seguranças na manhã desta terça-feira (9) em Natal não conseguiram roubar os malotes que estavam no carro-forte atacado pela quadrilha. A informação foi confirmada pela delegada Danielle Filgueira que está à frente das investigações.

Segundo ela, os criminosos levaram uma espingarda calibre 12 de um dos vigilantes. Até a publicação desta matéria ninguém foi preso. "As investigações avançaram, mas nós não podemos divulgar por questões de segurança", disse a delegada. O crime aconteceu em frente ao Banco do Brasil que fica na marginal da BR-101.

O crime

Criminosos armados atacaram um carro forte que chegava ao Banco do Brasil de Neópolis, que fica na BR-101, na manhã desta terça-feira (9). Segundo a Polícia Militar, pelo menos seis homens armados participaram da ação e trocaram tiros com os vigilantes.

Ainda segundo a PM, a ação aconteceu às 9h40. O carro-forte estava chegando ao banco quando os criminosos chegaram. Na fuga, eles usaram um vigilante como escudo humano. Eles estavam em um carro modelo sedã, que foi abandonado e queimado pelos criminosos. Segundo a PM, eles fugiram em uma caminhonete.

Nenhum comentário:

Postar um comentário