PUBLICIDADE




Personagem-chave do mensalão, Roberto Jefferson (PTB=RJ), não ver anormalidade na conversa gravada pelo empresário da JBS, Joesley Batista, com o presidente Michel Temer.

“Esse rapaz (Joesley) armou uma cilada para o presidente. O que o Temer fez de errado? Absolutamente, nada. Foi uma conversa pessoal, no Palácio Jaburu. Ele não estava no exercício do cargo”.

Mas e o momento em que o empresário confessou ao presidente da República que havia comprado um procurador para ter acesso a informações sigilosas de uma investigação? Houve prevaricação de Temer, omissão, ao menos?

Para Jefferson, também não há nenhum problema.

“Ah, para com isso. O cara ouve isso e fica na dele. Vai fazer o quê? O presidente não é polícia, não pode prender ninguém. Ouviu uma declaração de caráter pessoal…”.

(Com a Veja.com)

'Esse rapaz armou uma cilada para o presidente', diz Roberto Jefferson




Personagem-chave do mensalão, Roberto Jefferson (PTB=RJ), não ver anormalidade na conversa gravada pelo empresário da JBS, Joesley Batista, com o presidente Michel Temer.

“Esse rapaz (Joesley) armou uma cilada para o presidente. O que o Temer fez de errado? Absolutamente, nada. Foi uma conversa pessoal, no Palácio Jaburu. Ele não estava no exercício do cargo”.

Mas e o momento em que o empresário confessou ao presidente da República que havia comprado um procurador para ter acesso a informações sigilosas de uma investigação? Houve prevaricação de Temer, omissão, ao menos?

Para Jefferson, também não há nenhum problema.

“Ah, para com isso. O cara ouve isso e fica na dele. Vai fazer o quê? O presidente não é polícia, não pode prender ninguém. Ouviu uma declaração de caráter pessoal…”.

(Com a Veja.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário