PUBLICIDADE



Por determinação do Conselho Nacional do Mistério Público (CNMP), está suspensa a conversão de férias e licença - não gozadas e acumuladas - em dinheiro por parte de servidores e membro do Ministério Público do Rio Grande do Norte. (Foto: Divulgação/Ministério Público do RN)

A medida foi tomada em caráter liminar pelo conselheiro relator Antônio Pereira Duarte. Em março e abril deste ano foram publicas resoluções que permitiram o pagamento. No mês de abril o MP desembolsou R$ 19 milhões extras para fazer o pagamento de 210 promotores e procuradores de justiça.

CN determina que MPRN suspenda conversão de férias e lincença em dinheiro



Por determinação do Conselho Nacional do Mistério Público (CNMP), está suspensa a conversão de férias e licença - não gozadas e acumuladas - em dinheiro por parte de servidores e membro do Ministério Público do Rio Grande do Norte. (Foto: Divulgação/Ministério Público do RN)

A medida foi tomada em caráter liminar pelo conselheiro relator Antônio Pereira Duarte. Em março e abril deste ano foram publicas resoluções que permitiram o pagamento. No mês de abril o MP desembolsou R$ 19 milhões extras para fazer o pagamento de 210 promotores e procuradores de justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário