PUBLICIDADE



A decisão de retirar o pedido para que o senador Aécio Neves do PSDB seja preso da pauta da sessão desta terça-feira, 20, foi tomada pelo presidente da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, depois de a defesa do parlamentar apresentar um novo recurso pedindo que o caso seja analisado pelo plenário da Corte, formado por onze ministros.

Pedido de prisão de Aécio é retirado da pauta da sessão desta terça e julgamento é adiado



A decisão de retirar o pedido para que o senador Aécio Neves do PSDB seja preso da pauta da sessão desta terça-feira, 20, foi tomada pelo presidente da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, depois de a defesa do parlamentar apresentar um novo recurso pedindo que o caso seja analisado pelo plenário da Corte, formado por onze ministros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário