PUBLICIDADE


Aprovada pelo Congresso Nacional, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que prevê um aumento do salário mínimo de R$ 937 para 979 em 2018.

Segundo levantamento feito pela Agência Brasil com base na LDO, a medida causará um impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo.

A LDO define os parâmetros e as metas fiscais para a elaboração do Orçamento do ano seguinte. Por determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal, contém um anexo com os riscos para as contas públicas no curto e no longo prazo. 

De acordo com esse relatório, cada R$ 1 de aumento no salário mínimo tem impacto de R$ 301,6 milhões nos benefícios previdenciários, sociais e trabalhistas pagos pelo governo. Como o salário mínimo subirá R$ 42, o impacto total será de quase R$ 13 bilhões.

Salário mínimo será reajustado no próximo ano


Aprovada pelo Congresso Nacional, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que prevê um aumento do salário mínimo de R$ 937 para 979 em 2018.

Segundo levantamento feito pela Agência Brasil com base na LDO, a medida causará um impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo.

A LDO define os parâmetros e as metas fiscais para a elaboração do Orçamento do ano seguinte. Por determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal, contém um anexo com os riscos para as contas públicas no curto e no longo prazo. 

De acordo com esse relatório, cada R$ 1 de aumento no salário mínimo tem impacto de R$ 301,6 milhões nos benefícios previdenciários, sociais e trabalhistas pagos pelo governo. Como o salário mínimo subirá R$ 42, o impacto total será de quase R$ 13 bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário