PUBLICIDADE


Os ministro com mandato de deputado federal da base do governo serão licenciados para votarem, na próxima semana, no plenário da Câmara, da votação da denúncia contra o presidente Michel Temer. (Foto: reprodução/internet)

Ontem o presidente recebeu aliados no Palácio do Jaburu para mais um jantar de articulação política e de acordo com o líder do governo no Congresso, André Moura, a estratégia é que os ministros fortaleçam o governo na sessão marcada para o dia 2 de agosto.

“A presença dos ministros no plenário para votar e acima de tudo é a presença do governo lá. É a certeza do governo estar presente na votação. Os ministros vão voltar, como aconteceu na reforma trabalhista, e trabalharão para poder votar com a consciência que têm sobre a importância de rejeitar a denúncia.”

Temer vai licenciar ministros para se livrar de denúncia da PGR na Câmara


Os ministro com mandato de deputado federal da base do governo serão licenciados para votarem, na próxima semana, no plenário da Câmara, da votação da denúncia contra o presidente Michel Temer. (Foto: reprodução/internet)

Ontem o presidente recebeu aliados no Palácio do Jaburu para mais um jantar de articulação política e de acordo com o líder do governo no Congresso, André Moura, a estratégia é que os ministros fortaleçam o governo na sessão marcada para o dia 2 de agosto.

“A presença dos ministros no plenário para votar e acima de tudo é a presença do governo lá. É a certeza do governo estar presente na votação. Os ministros vão voltar, como aconteceu na reforma trabalhista, e trabalharão para poder votar com a consciência que têm sobre a importância de rejeitar a denúncia.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário