PUBLICIDADE


Marcado pela Polícia Federal para o próximo dia 8 de agosto, o depoimento do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), foi suspenso pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, relator da operação Lava-Jato.

Fachin tomou a decisão porque o Ministério Público Federal (MPF) pediu vista ao inquérito e ainda está pendente decisão se o caso envolvendo Maia está ligado à Lava-Jato. Caso não esteja, Fachin não seria mais o relator, e todos os pedidos judiciais relativos a ele teriam que ser remetidos a outro relator.

Depoimento de Maia à Polícia Federal é suspenso por Fachin


Marcado pela Polícia Federal para o próximo dia 8 de agosto, o depoimento do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), foi suspenso pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, relator da operação Lava-Jato.

Fachin tomou a decisão porque o Ministério Público Federal (MPF) pediu vista ao inquérito e ainda está pendente decisão se o caso envolvendo Maia está ligado à Lava-Jato. Caso não esteja, Fachin não seria mais o relator, e todos os pedidos judiciais relativos a ele teriam que ser remetidos a outro relator.

Nenhum comentário:

Postar um comentário