PUBLICIDADE


A apuração dos resultados da eleição para governador do Amazonas neste domingo (6) mostrou que nenhum dos candidatos alcançou mais de 50% dos votos, levando a disputa para o segundo turno. Amazonino Mendes recebeu 577.397 votos (38,77% do total), enquanto Eduardo Braga ficou com 377.680 votos (25,36% do total).

Uma nova eleição para governador do Amazonas foi necessária porque o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou, no dia 4 de maio deste ano, os mandatos do governador do Amazonas, José Melo (PROS), e de seu vice, José Henrique de Oliveira, por compra de votos na eleição de 2014. Na ocasião, a Corte Eleitoral determinou ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) que realizasse nova eleição direta para os cargos.

Eleição para governador do Amazonas vai para o segundo turno


A apuração dos resultados da eleição para governador do Amazonas neste domingo (6) mostrou que nenhum dos candidatos alcançou mais de 50% dos votos, levando a disputa para o segundo turno. Amazonino Mendes recebeu 577.397 votos (38,77% do total), enquanto Eduardo Braga ficou com 377.680 votos (25,36% do total).

Uma nova eleição para governador do Amazonas foi necessária porque o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou, no dia 4 de maio deste ano, os mandatos do governador do Amazonas, José Melo (PROS), e de seu vice, José Henrique de Oliveira, por compra de votos na eleição de 2014. Na ocasião, a Corte Eleitoral determinou ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) que realizasse nova eleição direta para os cargos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário