Irmãs são mortas dentro de apartamento em Mossoró; uma estava grávida de oito meses - Blog Panorama do Alto

Blog Panorama do Alto

Por: Keffas Emmanuel

..


Banner Page Web Radio

sábado, 28 de julho de 2018

Irmãs são mortas dentro de apartamento em Mossoró; uma estava grávida de oito meses


As irmãs, Sheylla Mendonça Bezerra de 19 anos de idade, gravida de oito meses, e sua irmã Samira Mendonça Bezerra, de 23 anos, foram mortas dentro do apartamento onde moravam, no bairro Alto da Conceição, próximo a Igreja Matriz. Sonia Maria de Mendonça, mãe das vítimas, foi ferida de raspão na cabeça e precisou de atendimento médico, mas aparentemente não risco de morrer.

O caso aconteceu na noite sexta-feira, 27.

Segundo informações, o principal suspeito do duplo homicídio é o pai da criança que Sheylla estava esperando, identificado por “Roberto”. Ele teria entrado no apartamento onde as vítimas moravam sem violar nenhuma porta de acesso. A polícia acredita que o acusado tinha as chaves das portas. “Roberto” contou com ajuda de um comparsa, segundo informações colhidas no local.

O corpo de Sheylla foi encontrado na sala com uma perfuração provocada por um tiro na cabeça.

Uma equipe do Samu, chamada por vizinhos, ainda conseguiu retirar a criança (de 36 semanas), mas segundo informações, ela não resistiu depois de sofrer uma parada cardíaca.

O corpo de Samira foi encontrado em cima de uma cama dentro do quarto do apartamento, também com um tiro na cabeça. Segundo o perito criminal Renildo Marcelino, ela pode ter sido morta dormindo. O perito não identificou qualquer sinal de resistência ou outro tipo de violência nos corpos das vítimas.



Sônia Maria (foto capa), que também foi atacada a tiros, conseguiu escapar. Ela foi atingida de raspão. A mãe das vítimas foi socorrida pelo Samu para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em estado de choque.

Depois dos procedimentos no local, os corpos foram removido para exames de necropsia na sede da Unidade Regional do Itep em Mossoró.

MOTIVAÇÃO

Testemunhas, que não quiseram se identificar, contaram que ouviram uma discussão no apartamento das vítimas e, momentos depois, os disparados. Os motivos pelos quais acusado e vítimas discutiram ainda não foram revelados pela polícia. O depoimento de Sônia Maria, a mãe, será esclarecedor.

NOITE SANGRENTA
Mossoró, que sofre com a escalada da violência, viveu uma noite de sexta-feira sangrenta. Foram quatro assassinados em pouco mais de cinco horas.



Antes das mortes de Sheyla e Samira, foi assassinatos havia sido registrados: Iago Rafael, de 21 anos, fato ocorrido na Vila Maísa;e Naim Hilquias Gomes de Oliveira, 21 anos, identificado como “Gato do Mato” (foto acima), no bairro Belo Horizonte.

Mossoró chega a 148 mortes violentas no ano. As informações são de O Câmera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário