Ticker

6/recent/ticker-posts

Neymar articula volta ao Brasil e planeja ficar até a Copa; saiba para qual clube

Imagem: divulgação


Neymar teve uma ótima notícia. O prédio Yachthouse by Pininfarina, onde comprou uma cobertura quadriplex, ganhou um pináculo, estrutura ponteaguda, com objetivo claro.

Tornar o edifício, na parte mais nobre de Camboriú, em Santa Catarina, o mais alto da América Latina, com 295 metros. Como Neymar queria. O quadriplex é chamado, ironicamente, por jornalistas catarinenses de 'Neyplex'. E custou nada menos do que R$ 60 milhões.

A cobertura é totalmente espelhada para evitar fotos e filmagens, do lado de fora. Com heliponto. Piscina, pista de dança. Evidente, com vista para o Oceano Atlântico. Está no alto edifício de 81 andares.

Ele já recebeu as chaves e deverá usar o quadriplex para revezar com as suas mansões de Mangaratiba, no Rio, no Jardim Acapulco, no Guarujá, e em Alphaville, em Barueri. O jogador segue com sua mansão em Barcelona. Tem apartamento de luxo em Paris.

E o Al-Hilal reservou uma luxuosa mansão em Riad, para o brasileiro. Seu patrimônio já passou dos R$ 4,2 bilhões, de acordo com a plataforma global Statista. Tudo isso tem a ver com a sua visita de quarta-feira à Vila Belmiro.

O jogador, que completou 32 anos há seis dias, tem espetacular relacionamento com o presidente do Santos, Marcelo Teixeira. Foi o encontro de bilionários. E eles têm planos conjuntos para o Santos. O clube acumula uma dívida de R$ 450 milhões.

Os juros aumentam o débito, em média, 10% ao ano. Teixeira não quer que o clube se torne uma SAF. O dirigente sabe que Neymar Pai, que já administra o Monte Azul, com o ex-jogador Sheik, está muito interessado em ser 'dono do Santos'. Isso ele não aceita, por enquanto, mas os dois trocam ideias sobre a coordenação da base santista.

Estudam a possibilidade de um grande patrocínio na busca de novos talentos. E depois repartirem o lucro nas eventuais vendas para a Europa. Neymar tem contrato com o Al-Hilal até junho de 2025.

Com a possibilidade de renovação até junho de 2026. O jogador se contundiu atuando pela Seleção Brasileira, nas Eliminatórias da Copa dos Estados Unidos, contra o Uruguai. Teve de operar os ligamentos cruzados do joelho esquerdo e tratar dos meniscos, também afetados.

A sua volta em campo deverá acontecer em agosto. A contusão aconteceu em outubro. Os árabes, que comprometeram R$ 1,7 bilhão, só em salário, luvas e premiações com Neymar, querem estender seu contrato, já que ele ficará entre dez e 11 meses sem atuar. Até agora, ele só fez cinco partidas pelo Al-Hilal e marcou um gol só.

Na combinação com Marcelo Teixeira, o desejo de Neymar é voltar em junho de 2025, atuar pelo Santos, disputar a Copa do Mundo dos Estados Unidos. E depois seguir atuando em uma equipe norte-americana.

Quem ajuda Teixeira a articular o retorno é o ex-lateral Léo. Na passagem pela Vila Belmiro, Neymar usufruiu, de maneira oportuna, a vitória do Santos sobre o Corinthians. Ele ficou no camarote reservado por uma casa de apostas, que patrocina o clube do litoral paulista.

Com a vitória santista por 1 a 0, ele foi até o vestiário. Abraçou jogadores. E interrompeu a coletiva de Fábio Carille. O abraço foi registrado pelos fotógrafos, como Neymar sabia que aconteceria. Fez um juramento. "Eu vou, mas eu volto." Ou seja, ele vai para a Arábia, mas volta.

Depois do cruzeiro com seu nome, onde se divertiu, mesmo com a perna imobilizada, o jogador de 32 anos, participou de festas, tirou o imobilizador, largou as muletas, percebeu que sua idolatria segue intocada no Santos, apesar dos fracassos nas Copas do Mundo, e da mais do que estranha negociação com o Barcelona.

A cobertura de R$ 60 milhões de Neymar. Quatro andares. Em Camboriú. Pista de dança e piscina Divulgação E, principalmente, acertou detalhes de seu quadriplex, em Camboriú. Ficou feliz por saber, como haviam prometido os empreendedores das 'torres gêmeas', que quase invadem o mar de Camboriú. Sua cobertura fica no prédio mais alto da América Latina. Como queria...

Fonte: Cosme Rímole/R7


Reactions

Postar um comentário

0 Comentários